15 novembro 2010

Enem, Shinsengumi e caras gostosos

Amanhã recomeça a rotina chata de aulas. Com toda essa coisa do ENEM (que, aliás, foi uma merda), muita gente acabou se desgastando e, no fim das contas, vai valer pra todo mundo. Protestos na rua, abaixos-assinado, ainda estamos aí na luta pra ver se eles tomam vergonha na cara e organizam melhor essa prova. Pra completar a minha frustração, ainda não legendaram a segunda temporada de Shinsengumi. Programaram para lançar na metade de outubro (e realmente foi lançado), só que nenhum fansub legendou ainda, o que é uma grande porcaria. Poxa, é um anime tão bom e tanta gente gostou! Se você que estiver lendo fizer parte de um fansub, pelo amor de Buda, LEGENDE SHINSENGUMI! Meu japonês é intermediário e em maioria usual, o que dificulta para vê-lo sem legenda, já que é um anime com acontecimentos antigos, que usa uma linguagem muito formal e arcaica. Eu estou desesperada, então por favor, faça uma criança feliz e legende. Para não pensar nisso, comecei a rever a primeira temporada de novo essa semana e pô, foi tão legal quanto da primeira vez que vi. É sempre muito bom poder ver o Hijikata e seu jeitão bruto e "do mal", ai ai, é o meu favorito! E ainda tem o Okita com aquele jeitinho meigo e fofis, Jesus. O que eu não consigo entender é porque tem tanto fanart yaoi do Okita com o Saitou, porque bem, eles mal conversam. Faria mais sentido se fosse do Okita com o Kondou, já que tem algumas cenas bem sugestivas dos dois, como a que o Kondou tira o casaco e põe ao redor dos ombros do Souji. Enfim... não fique achando que é um anime yaoi, porque, na verdade, fala sobre um grupo de samurais que realmente existiu. Ficou curioso?




Hakuouki Shinsengumi Kitan é um anime recente, baseado em um jogo otome lançado em 2008. A história gira em torno de Yukimura Chizuru, uma garota que mora em Edo e se vê indo para Kyoto em busca de seu pai desaparecido, que havia parado de mandar notícias havia um mês. Chegando lá, ela é atacada por um grupo de samurais estranhos, de cabelos esbranquiçados e que pareciam estar fora da razão. Em contrapartida, foi salva por membros da Shinsengumi, uma organização policial que servia ao Xogunato naquele período do Bakufu, que a levaram para seu quartel-general para decidirem o que fazer com ela. Lá, depois de a ouvirem, descobrem que o pai que ela procura é o homem de quem eles também estão atrás, por conta de um medicamento, conhecido com Ochimizu, que ele estava pesquisando e abandonou no meio do projeto. A partir daí, eles decidem cuidar da menina até que eles encontrem seu pai.


fofo, não?

Agora, as minhas observações, não leia a partir daqui se não quiser ver SPOILER. Seguinte... O HIJIKATA É GOSTOSO, fato. Me apaixonei por ele no primeiro momento em que eu o vi, e depois só confirmei isso quando vi que ele tinha aquele jeitão bruto, rigoroso e antiherói que eu tanto gosto. E aquele cabelão? Ai ai, adoro cabeludos! Ok, parei. Continuando, aparecem mais dois membros importantes, Okita Souji, que era considerado um dos melhores espadachins do Japão, e Hajime Saitou, que a maioria deve conhecer por causa do Samurai X (aliás, tem o Sanosuke também). Aí depois aparecem outros caras gostosos legais, e o bom desses animes com muitos personagens é que você sempre acaba encontrando um com quem você se identifica em quase tudo, ou tudo, dependendo do caso. Eu não gostei muito da história do remédio do capeta, mas sei lá, acho que ficaria meio sem graça se não tivesse, os japinhas tem que ter algo para dramatizar as coisas, né? Ah, e a Chizuru é meio inútil. Quer dizer, eu gosto dela, acho ela hiper fofinha e meigs, mas sei lá, se ela aprendesse a lutar, nem que fosse um pouquinho, acho que ia ser melhor, até porque ela tem costume de sair se metendo no meio da briga sem saber se defender, aí tem que vir os caras gostosos defender ela. Além disso, ainda tem a irmã-gemêa-do-mal-psicopata dela, pra deixar a coisa ainda mais "novela mexicana". Sinceramente, podiam tirar aquela doida, não tem nada a ver com a história. O mais fofinho de tudo são as cenas do Hijikata com a Chizuru, porque são totalmente inocentes. Não acontece nada, apenas é sugerido, e apesar de sacar logo de cara que ela vai ficar com ele, é legal de ver. Eu adoro quando ele chega com o jeitão dele e pede pra ela fazer uma coisa, e daí ela responde "sim" com um sorrisinho meigo e otimista, aí ele dá um microsorriso POR UM BREVE MOMENTO. Ai, meu deus, é muito lindo. Ou então quando ela se fere e ele se preocupa, mesmo dando as costas e indo embora depois. E uma das que eu mais gosto é quando ele, secretamente, pede para o Sano levá-la até o festival de Gion que estava acontecendo na capital. A gentileza dele é "escondida", sabe? É o que se torna mais bonito. Ele faz coisas por se preocupar com ela, mas sempre nas costas, sem demonstrar na cara. Todos ali no quartel, aos poucos, foram se afeiçoando a ela, criando um carinho, mesmo os mais fechados (tipo o Hijikata), e se preocupam com ela, a animam. E imagina só você ser a única garota no meio de tantos homens gostosos, deve ser muito difícil ou não. Enfim... A parte mais triste é quando o Inoue está morrendo (NÃÃÃÃO, O INOUE NÃO! Ele é tipo, sei lá, um papai noel), que ele manda a Chizuru fugir e fala Diga ao Toshi-san: "Me desculpe, eu sou fraco. Me perdoe por não estar com você até o último momento, mas obrigada por me permitir ver o meu último sonho", daí ela começa a chorar vendo ele sendo espetado por uns três samurais (bando de covarde, batendo num velhinho) e fala que eles não são guerreiros (frase da primeira foto). Pqp, que cena triste, sério, chorei MUITO. Aí, durante o enterro, ela repete a frase pro Hijikata e chora. Cara, o violino no fundo é o pior. Isso sem falar no Kazama, né? Um dos vilões mais gostosos, sexys e lindos fodas que eu já vi, loiro sedução. Segue abaixo o vídeo da abertura e um de uma cena MUITO engraçada de um exame físico.



Recomendo, é um ÓTIMO anime. Era pra ser só um comentário pequeno sobre a emoção que eu senti ao ver o último episódio da primeira temporada de novo (a parte que o Inoue morre, NOOOOOO, morri de chorar) e acabou se tornando uma matéria. Se puderem baixar o anime e ver, não vão se arrepender. E lembre-se, se você fizer parte de um fansub... PELO AMOR DE BUDA LEGENDE A SEGUNDA TEMPORADA, EU TÔ SURTANDO! A_A cahan...

Kissu, minna-san!

Um comentário:

Guto disse...

Bom, por onde começar? Err, eu sou meio suspeito pra falar aqui nesse post mas... Bem, parece um anime interessante de se ver levando em consideração o fato da história do Japão e tudo mais. Mas passo a ideia de ver caras gostosos, obrigado. XD
Bom post, ruiva!