09 abril 2010

Confusão.


A única certeza que eu tenho é de que não tenho mais certeza de nada, é o que eu posso garantir. Achei que fosse muito mais fácil ignorar o que realmente se sente e seguir o que os outros te propõem, respostas fáceis e entregues de mão beijada. Mas é uma tortura saber, mesmo que lá no fundo, e ter convicção de algo, enquanto todos ao seu redor insistem ser idiotisse e insensatez. Parece que o estômago embrulha e, no fim, você acaba ou teimando e fazendo o que o coração manda ou fica louco de tanta pressão. Então não me façam escolher, porque será ele, sempre ele.

2 comentários:

mv2anime disse...

Siga seu coração...mas tente protegê-lo de qualquer desventura...é aí que entra a razão...um pouco de razão, às vezes é bom...mas o coração...apesar de ser tolo é bem mais convincente do que a razão...ou seja...arriscar é uma boa saída...peke se não arriscar, como saber se aquilo ia dar certo, ou não? Então o melhor a fazer é tornar o coração, um amigo da razaão. Você escreve divinamente. =*

Scan girl disse...

nossa, ótimo texto ^^


scannedKisses
Bia :]